Pesquise nome assunto

pesquise aqui nome ou assunto desejado.
Quem entra nessa de genealogia é preso pelos antepassados nos seus tempos e de lá não consegue mais sair!
Fazer pesquisas genealógicas e fazer uma viagem no tempo.

sábado, 19 de dezembro de 2015

terça-feira, 15 de dezembro de 2015

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

MAERTIN LEM - Agora nossa história ficou mais clara.

Maerten ou Maertin Lem, nosso mais remoto antepassado, sempre nos levou a dúvidas: uma se ele era o mesmo que figurava como casado com um belga de nome Adrienne, ou que fossem dois indivíduos de mesmo nome, ou até mesmo que aquele que tivera filhos com a portuguesa chamada Leonor Rodrigues fosse filho de um Maertin Lem e Adrienne van Nieuwenhove. 
Agora, com a ajuda do pesquisador Belga Wil Lem que com o seu primo Ruud Lem escreveram e editaram a Genealogia Geminiana, onde demonstram o grande trabalho de pesquisa que fizeram desvendando os mais diversos troncos dos Lem, nossos parentes nos países baixos (Holanda e Bélgica), Alemanha, França e outros países.

Publico abaixo o e-mail que Wil me enviou com anexos, que posteriormente vou postar nos blogs dedicados a nossa grande família.

Dear Gilberto,

In 2008 Margarida Leme published her essay Os Lemes - um percurso familiar de Bruges a Malaca in which she wrote that there was only one Maertin Lem in Portugal and Bruges.
That was the start d a big discussion about the two theories about the relation between Maertin Lem I and II or Maertin the merchant in Portugal and Maertin the politician in Bruges.
In 2013, I have tried to explain these two existing theories about the descent of Maertin Lem.
See annex: Theories about the descent of Maertin Lem.docx.
I also discussed the existence of Joanna Lem. 
see annex: phantom Joanna.

This year a collection genealogies made by Johannes Masin (1631-1695) was inventoried and there we found clearly explained that ‘ecoutette' Maertin Lem who was married in Bruges with Adrienne van Nieuwenhove had naturel children with Leonor Rodrigues.
At that moment all the puzzles pieces came together.
Our conclusion in 'Theories about the descent of Maertin Lem' was correct.

With al this information I wrote the history of Maertin Lem, only based on proven facts.
see annex Lem.
Another annex (gezin Maertin) gives Maertin Lem and his children. 
I hope this is useful for you on your blog of the Leme family.

When you have any questions, pleas ask.

Kind regards,

Wil

Tradução:

Caro Gilberto,

Em 2008 Margarida Leme publicou seu ensaio Os Lemes - Um Percurso familiarizado de Bruges a Malaca, no qual ela escreveu que havia apenas um Maertin Lem em Portugal e Bruges.
Esse foi o início da grande discussão sobre as duas teorias sobre a relação entre Maertin Lem I e II ou Maertin o comerciante em Portugal e Maertin o político em Bruges.
Em 2013, eu tentei explicar essas duas teorias existentes sobre a descida do Maertin Lem.
Ver anexo: Teorias sobre a descida do Maertin Lem.docx.
Eu também discutiu a existência de Joanna Lem.

ver anexo: fantasma Joanna.

Este ano a genealogias coleção feita por Johannes Masin (1631-1695) foi inventariado e lá encontramos claramente explicado que "ecoutette 'Maertin Lem quem se casou em Bruges com Adrienne van Nieuwenhove teve filhos naturel com Leonor Rodrigues.

Naquele momento, todas as peças de quebra-cabeças veio junto.
Nossa conclusão em 'Teorias sobre a descida do Maertin Lem "estava correta.
Com esta informação ai eu escrevi a história da Maertin Lem, apenas com base em fatos comprovados.

ver anexo Lem.

Outro anexo (gezin Maertin) dá Maertin Lem e seus filhos.
Espero que este seja útil para você em seu blog da família Leme.

Quando você tiver alguma dúvida, pergunte fundamentos.


Atenciosamente,

Will Lem 

sábado, 27 de junho de 2015

sábado, 16 de maio de 2015

terça-feira, 5 de maio de 2015

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Ilha de S. Miguel nos Açores (uma de nossas origens)


Paisagem - Ilha de São Miguel, Açores (Portugal). São Miguel é a maior das Ilhas do Arquipélago dos Açores, considerada mesmo a mais diversificada, numa superfície de cerca de 759 km2, com 65 Km de comprimento e 16 Km de largura máxima, apelidada muitas vezes de “Ilha Verde”, pela beleza e extensão das suas pastagens e paisagens naturais sem fim. O arquipélago dos Açores divide-se em três grupos: o Grupo Oriental constituído por São Miguel, Santa Maria e os ilhéus das Formigas; o Grupo Central com Faial, Pico, São Jorge, Terceira e Graciosa e o Grupo Ocidental, formado pelas ilhas Flores e Corvo. As datas de descobrimento do Arquipélago são uma incógnita, existindo correntes históricas que afirmam já virem designados em mapas Genoveses desde 1351, contudo foi a partir de 1431 que as Ilhas começaram a ser povoadas. Conhecida pelas suas Lagoas e outros fenómenos naturais, encontram-se em São Miguel panoramas de rara beleza, como o Vale das Furnas inebriado pelo vapor das suas caldeiras vulcânicas e pela maravilhosa lagoa, ou as grandes crateras das Sete Cidades e do Fogo, que apresentam deslumbrantes lagoas de águas cristalinas. O ponto mais elevado da Ilha situa-se a Este, no Pico da Vara, a cerca de 1103 metros de altura, de onde se tem um panorama de excelência, encontrando-se a capital da ilha na maravilhosa Ponta Delgada. A maioria da população habita a acentuada costa Sul, sobrevivendo predominantemente da agricultura, e também da criação de gado, da pesca, do comércio e do crescente turismo, o mais desenvolvido das nove ilhas. Nas proximidades de Vila Franca do Campo situa-se o encantador Ilhéu da Vila Franca, uma Reserva Natural que dista cerca de 1km da costa, encontrando-se em estado praticamente selvagem, visitável no Verão. De origens vulcânicas, ainda hoje se encontram em São Miguel fontes de água quente e fumarolas, bem evidentes nas Furnas e na Ribeira Norte, permitindo uma temperatura tal que é possível cozinhar o típico cozido, numa panela debaixo do solo e por longas horas - certamente uma iguaria a não perder. A Ilha de São Miguel é acessível através dos principais aeroportos europeus, via Lisboa, Estados Unidos e Canadá, ou através de voos de ligação entre as restantes Ilhas. Nos meses de Verão está também acessível por Barco, ligando a outras ilhas do Grupo Central do Arquipélago Açores. [Fonte: Guia da Cidade] Foto de Wolfgang Mayerwieser. [https://500px.com/photo/62452795/sao-miguel-acores-by-wolfgang-mayerwieser]

segunda-feira, 30 de março de 2015

Quem sou eu

Minha foto
Servidor Público, Bel em Direito, gosto de genealogia.