Pesquise nome assunto

pesquise aqui nome ou assunto desejado.
Quem entra nessa de genealogia é preso pelos antepassados nos seus tempos e de lá não consegue mais sair!
Fazer pesquisas genealógicas e fazer uma viagem no tempo.

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2007

QUEM FOI FRANCISCO SEBASTIÃO?

Sabemos que Francisco Sebastião da Silva Lemes era mesmo membro da família cujo sobrenome ostentava. Mas, até agora, estudando os textos de José Guimarães que foram baseados a maior parte em declarações de parentes e alguns levantamentos nos cartórios e igreja de Campanha e Três Corações, não consegui identificá-lo dentro da nossa grande árvore.
Isso acontece não só com esse personagem, mas com outros tantos, tais como a identificação de apenas alguns dos 13 filhos do Furriel Jose da Silva Leme com Rosa Maria Goulart.
Para que possamos fazer um trabalho mais detalhista, inclusive cobrindo as falhas existentes dos ascendentes do passado, tempos que nos socorrer às fontes citadas. Mas, isso custa tempo e dinheiro, que ate o presente momento, ainda isso não nos é favorável.
Às vezes, alguém tem algum documento guardado, fotos, ou algo que nos permita identificar os vínculos que faltam nesse ou naquele ponto da árvore. É o que esperamos.
Mas, vamos com calma que a descoberta virá!
O que sei de nosso avó antigo é que era um homem muito religioso. Ele não perdia as missas de domingo de maneira alguma. Chovia ou fazia sol, lá estava ele no lombo de seu cavalo, acompanhado do seu neto querido, Joaquim Afonso rumando em direção à matriz depois de ter percorrido uma longa estrada do Barro Vermelho, onde localizava a sua Fazenda até à cidade (Cambuquira). O carilhão que sua filha Donana herdara dele fora vendido para Agência Regional dos Correios em Campanha. Os pratos franceses que ele deixou para ela, sua neta Candola vendeu para o Dr. Antônio Almeida Oliveira, na época prefeito da cidade e até hoje ornamenta a parede de sua sala de visitas.

Pois é! Vamos ao tronco de Francisco Sebastião, referência para muitos dos descendentes dos primeiros Silva Lemes de Cambuquira, que têm ligação com a Família Lifonso:

FRANCISCO SEBASTIÃO DA SILVA LEMES, casado com MARIA DO CARMO DA SILVA LEMES (cujos pais não temos a identificação) tiveram vários filhos, dois quais consegui levantar, até agora o seguinte:

1) Ildefonso da Silva Lemes, casado com Cândida da Silva Lemes, cujos descendentes já foram identificados no tronco de Tomé da Silva Lemes c/c Cândida Maria de Jesus, já identificados.
2) Ana Fernandes (Não temos o nome completo), casada com o português Antônio Fernandes (cuja origem ainda não identificamos), parece que tiveram, até provável correção, duas filhas:
a) CÂNDIDA MARIA DE JESUS (Candola), casada com Antônio da Silva Lemes (Ou Antônio Germano da Silva Lemes) conhecido na comunidade como Toniquinho Germano.

3) Isolina da Silva Lemes, que com João Gabriel Dias, teve o filho:

José Dias da Silva ( que tão logo tenhamos mais informações divulgaremos)

Observação: Na obra “As Três Ilhoas” figura Ana Joaquina de Jesus ( Silva Lemes), como filha de Francisco Sebastião da Silva Lemes e Maria do Carmo, casada com o viúvo Justino da Silva Lemes [filho de José Vicente da Silva Leme e Alexandrina de Jesus(Borges)], irmão de Antônio Germano da Silva Lemes(avô de Toniquinho Germano), em 1888.
Ai vem a pergunta: Teria Francisco Sebastião tido duas filhas com nome de Ana
?


OBSERVAÇÃO: "Os descendentes dos Lemes acima que se interessarem pela informações sobre a continuidade da descendência deverão se comunicar com a administração do blog através do espaço abaixo "COMENTÁRIOS" ,onde poderá postar inclusive críticas,reclamações, etc. sobre o assunto."
A árvore foi reduzida
por economia de espaço e para aliviar a página que está se tornando pesada.
Não fique chateado!
Obrigado.
Gilberto

2 comentários:

Anônimo disse...

Meu nome é Luiz Gustavo de Sillos, e como você, descendo dos Borges da Costa, mais precisamente, de Luísa Rosa de Morais, filha de Miguel Borges da Costa e Tomásia Gonçalves de Morais, casada com José Fernandes de Freitas, filho de João Fernandes de Freitas e Vitória Nunes da Silva.
Além dos Silva Lemes, os Borges da Costa entroncaram-se com os Fernandes de Freitas e os Álvares Negrão, originando os Borges Fernandes, Fernandes Negrão e Borges Negrão. Gostaria muito de trocar informações com você, principalmente, sobre as pesquisas do Dr. José Guimarães. Abraços.

leme jurídico disse...

Primo,

Não tenho muitas informações sobre os Borges da Costa até o presente momento. Pois, os dados que tenho se restringe às informações elencadas pelo parente José Guimarães.
Além do foi postado no blog, tenho que MIGUEL BORGES DA COSTA, nosso n-avô descendia do Alferes Antônio Borges da Costa e Maria Gonçalves;Tomásia gonçalves de Moraes, descendia de Custódio Gonçalves Noqueira e Ana Morais Sodré.(conforme publicado na árvore do Dr. José Guimarães,na sua obra "As Três Ilhoas".
Nas minhas pesquisas encontrei um vínculo dos Nogueira com Tomé Rodrigues Nogueira do Ó e Maria Leme do Prado, de onde, hipoteticamente, pode ter vindo o Nogueira acima citado.
A região do Sul de Minas, especialmente Campanha, está repleta de descendentes dos Borges da Costa, e parece que existe algum trabalho de Monsenhor Lefort (de Campanha) sobre esse título.
E, a pesquisa continua....
Obrigado pela participação!
Gilberto Lemes

Quem sou eu

Minha foto
Servidor Público, Bel em Direito, gosto de genealogia.